preloader

  Antes da sua recuperação, a Estação Ferroviária da cidade alentejana de Mora era uma sombra do que já tinha sido. As suas salas de espera vazias, os gabinetes selados, a bilheteira fechada. Cá fora já tinham retirado os carris e parecia uma ilha estranha no meio do casario.

error: Lamento. Conteúdo Protegido!
pt_PTPortuguês